Nem Messi, nem Neymar, nem Mbappé, Ronaldo sim mas já lá vamos, porque sou suspeito quando se fala do capitão português. Quem mais me entusiasmou foi Salem Al Dawsari, o saudita que fez o golaço na virada sobre a Argentina, 1-2, e causou o primeiro choque no Catar. Foi lindo e fez-me viajar no tempo, quando em criança devorava mundiais. Fez-me ainda lembrar o golaço de outro saudita, um tal de Owairan, que, em 1994, pegou na bola desde a defesa e passou por meia seleção da Bélgica para fazer o golo que deu a épica vitória por 0-1 (é ver no YouTube). Os mundiais são muito isto, memórias, para além dos campeões são as imagens, símbolos que ficam. E o futebol de manhã à noite. Aliás, quando acaba a primeira fase, o Mundial perde graça, embora comece o drama dos penáltis. Em criança, também torcia sempre pelos empates para o jogo ir para as grandes penalidades. Quem nunca? E já agora, quem nunca teve vontade de partir uma porta? É outro momento fabuloso que me fica deste Mundial quando um adepto saudita, eufórico, com o golo, que acabaria por ser mesmo o da vitória, arrancou uma porta lá de casa (é ver no YouTube e no site do JN).

O mesmo pode ter acontecido no jogo de Portugal com o Gana. Que saiba ainda não há vídeos, mas aquela "casa" de Diogo Costa que podia ter dado o 3-3, de certeza, que causou o piripaque a alguém. Vá lá que até a realização não estava atenta e só na repetição é que se percebeu a dimensão do erro. E foi isso, essa imagem traduz o que é Portugal de Fernando Santos, o Engenheiro estrelinha. O jogo foi uma montanha russa, há ali muita coisa a melhorar, Pepe tem de jogar, Cancelo tem de acordar ou entra Dalot, e ali no meio é preciso um fator X, talvez coragem para meter Vitinha, e mais intensidade. Depois, é o "desempregado" Ronaldo e mais dez. Sempre. Pelo carisma, personalidade, liderança e qualidade. E porque os árbitros respeitam. Deu um jeitaço.

*Editor-Adjunto

QOSHE - Quem nunca quis partir uma porta? - Arnaldo Martins
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Quem nunca quis partir uma porta?

6 0 0
26.11.2022

Nem Messi, nem Neymar, nem Mbappé, Ronaldo sim mas já lá vamos, porque sou suspeito quando se fala do capitão português. Quem mais me entusiasmou foi Salem Al Dawsari, o saudita que fez o golaço na virada sobre a Argentina, 1-2, e causou o primeiro choque no Catar. Foi lindo e fez-me viajar no tempo, quando em criança devorava mundiais. Fez-me ainda lembrar o golaço de outro saudita, um tal de Owairan, que, em 1994, pegou na bola desde a defesa e passou por meia seleção da Bélgica........

© Jornal de Notícias


Get it on Google Play