Não sei se é muito feliz o título que escolhi, mas o sentimento é misto, quer juntar a alegria de termos já testemunhado a abertura da estrutura intermodal de transportes de Campanhã, e muito em breve, e finalmente, a reabertura do nosso Mercado do Bolhão. Parabéns e Obrigado a todas e todos os que durante décadas sonharam, acreditaram e não desistiram, não baixaram os braços.

Como é costume do nosso Porto e das nossas gentes, nosso, e meu, discutimos porque não se faz, discutimos o modo como fazer, discutimos a realização e depois, nas inaugurações e reaberturas discutimos que poderia ou deveria ter sido diferente, de outro modo. Somo Porto.

O Terminal Intermodal de Campanhã é, deverá ser, sem qualquer complexo, motivo de orgulho, satisfação e festa. Mas também da nossa conversão à sua devida utilização. É-nos oferecida a possibilidade de conjugarmos a utilização de diversos meios de transporte coletivos que terão um impacto enorme na mobilidade dos cidadãos e também na tão falada "pegada carbónica" da responsabilidade individual e dos responsáveis pelo governo e gestão das cidades. Para além de tudo isto ganhamos um parque urbano com vários hectares e com ligação pedonal à Quinta de Bonjóia.

O mesmo motivo de orgulho, satisfação e festa merecerá a reabertura do nosso Mercado do Bolhão. Vou lendo reações mais ou menos inflamadas, porque sim e porque não. Sou capaz de sublinhar em cada pronunciamento razões e falta delas. Mas o que o quero partilhar convosco é alegria de termos conseguido.

Devemos um OBRIGADO muito especial às mulheres e homens que foram e são na verdade o mais importante do Mercado do Bolhão. As vendedoras e os vendedores. Aquelas lindas caras, algumas que já partiram para o Céu, as suas vozes, os seus pregões, os seus, os nossos, os meus "caragos"... isso é o ADN do Bolhão. E isso não se reabilita com arquitetos e cimento... isso é vida. São essas vidas que queremos proporcionar, dar continuidade neste devolver do Bolhão à cidade e ao mundo... OBRIGADO às senhoras e aos senhores que em todos estes anos sobreviveram na porta ao lado, aos clientes que durante todos os últimos anos de obras foram fiéis às compras na porta do lado... reconhecimento à Câmara Municipal do Porto que fez os possíveis e impossíveis para que no dia 15 de setembro o edifico do Mercado do Bolhão estivesse preparado para os desafios do Porto do século XXI mas mais do que isso, tudo fez, para que a alma do Bolhão, as senhoras e senhores vendedoras e vendedores voltassem, certamente com dores e cansaço deste caminho demasiado longo, alguns na eternidade. Perdoados os pecados das falhas, absolvidos dos erros, façamos festa, alegremo-nos, pelo Bolhão, por Campanhã, pelo Porto.

*Bispo

QOSHE - Bolhão intermodal - Américo Aguiar
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Bolhão intermodal

1 0 0
22.07.2022

Não sei se é muito feliz o título que escolhi, mas o sentimento é misto, quer juntar a alegria de termos já testemunhado a abertura da estrutura intermodal de transportes de Campanhã, e muito em breve, e finalmente, a reabertura do nosso Mercado do Bolhão. Parabéns e Obrigado a todas e todos os que durante décadas sonharam, acreditaram e não desistiram, não baixaram os braços.

Como é costume do nosso Porto e das nossas gentes, nosso, e meu, discutimos porque não se faz, discutimos o modo como fazer, discutimos a realização e depois, nas inaugurações e reaberturas discutimos que poderia ou deveria ter sido diferente, de outro modo. Somo Porto.

O Terminal Intermodal........

© Jornal de Notícias


Get it on Google Play