We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Tumulto na eleição amarra lógica de violência política de Bolsonaro

3 27 94
13.07.2022

Jair Bolsonaro fez toda uma carreira em defesa da violência como arma política. Quando era deputado, ele aplaudia governos que assassinavam opositores e dizia esperar um conflito que matasse 30 mil pessoas, a começar pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso.

"Através do voto, você não vai mudar nada nesse país. Você só vai mudar, infelizmente, quando um dia nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro", afirmou, em entrevista à TV Bandeirantes em 1999. "Se vai morrer alguns inocentes, tudo bem."

A ideia de que tiros podem tomar o lugar de votos permaneceu com Bolsonaro por muito tempo. Ao se candidatar a presidente, aquele parlamentar transformou em plataforma de campanha a linha nada sutil entre as armas e a política.

Em 2017, Bolsonaro rodava o país com a proposta de facilitar o acesso às armas. O plano ia além da autoproteção ou da........

© UOL


Get it on Google Play