Aos 14 anos, a ativista Ahed Tamimi se notabilizou como símbolo da resistência palestina ao morder um soldado das Forças de Defesa de Israel para impedir a detenção do irmão mais novo, imobilizado no chão mesmo com o braço engessado.

uD83DuDEA8uD83CuDDEEuD83CuDDF1 This is how the ISRAELI OCCUPATION treats Palestinian children. pic.twitter.com/e3PIN6gyyt

LEIA TAMBÉM: Federação Árabe Palestina revela em 12 pontos o porquê "a Globo apoia genocídio"

Nesta segunda-feira (6), aos 22 anos e na luta pela libertação palestina, Ahed foi detida na cidade de Nabi Saleh, na Cisjordânia, por "incitamento à violência", segundo um porta-voz das forças israelenses.

"Ahed Tamimi, suspeita de incitamento à violência e de atividades terroristas, foi detida na cidade de Nabi Saleh. Tamimi foi transferida para a custódia das forças de segurança israelitas para ser interrogada", declarou um porta-voz do exército à agência de notícias France-Presse (AFP).

A ativista foi detida durante uma operação do exército israelita "destinada a deter indivíduos suspeitos de estarem envolvidos em atividades terroristas e de incitamento ao ódio" no norte da Cisjordânia ocupada, ainda segundo o porta-voz.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram as diversas ações da garota contra a ação israelense. Um retrato gigante de Tamimi foi pintado no muro de separação israelita na Cisjordânia ocupada, no setor de Belém.

Las fuerzas de ocupación sionistas acaban de arrestar a la joven activista palestina Ahed Tamimi, después de irrumpir y destrozar la casa de su familia en la aldea de Nabi Saleh, al noroeste de Ramallah, en la Cisjordania ocupada.

La familia Tamimi es una de las victimas… pic.twitter.com/TaO11aXEmm

Ahed Tamimi já foi presa em 19 de dezembro de 2017, aos 14 anos, pelos militares israelenses. Condenada a oito meses de prisão, ela foi libertada em 29 de julho de 2018.

Veja cena da prisão de Tamimi nesta segunda-feira.

Israeli occupation forces detain #Palestinian activist and ex-prisoner Ahed Tamimi after raiding her family home in the village of Nabi Saleh, northwest of Ramallah, in middle of the night. pic.twitter.com/OL69no4HYG

— Quds News Network (@QudsNen) November 6, 2023

Israeli occupation forces detain #Palestinian activist and ex-prisoner Ahed Tamimi after raiding her family home in the village of Nabi Saleh, northwest of Ramallah, in middle of the night. pic.twitter.com/OL69no4HYG

Temas

ativista Palestina Israel Cisjordânia

QOSHE - Símbolo da resistência palestina, garota de 22 anos é presa por Israel; veja vídeo - Plinio Teodoro
menu_open
Columnists Actual . Favourites . Archive
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Símbolo da resistência palestina, garota de 22 anos é presa por Israel; veja vídeo

4 0
06.11.2023

Aos 14 anos, a ativista Ahed Tamimi se notabilizou como símbolo da resistência palestina ao morder um soldado das Forças de Defesa de Israel para impedir a detenção do irmão mais novo, imobilizado no chão mesmo com o braço engessado.

uD83DuDEA8uD83CuDDEEuD83CuDDF1 This is how the ISRAELI OCCUPATION treats Palestinian children. pic.twitter.com/e3PIN6gyyt

LEIA TAMBÉM: Federação Árabe Palestina revela em 12 pontos o porquê "a Globo apoia genocídio"

Nesta segunda-feira (6), aos 22 anos e na luta pela libertação palestina, Ahed foi detida na cidade de Nabi Saleh, na Cisjordânia, por "incitamento à........

© Revista Fórum


Get it on Google Play