Ao ler na íntegra, sem censura, a transcrição de um vídeo gravado pelo primeiro réu em julgamento pela tentativa de golpe no dia 8 de janeiro, o ministro Alexandre de Moraes tornou involuntariamente famoso o "Marcelão" da Sabesp.

Um trecho da fala do ministro, em seu voto no STF, logo passou a circular no twitter.

Marcelão, tamo aqui, c@aralho!

A frase de Aécio Lúcio Costa Pereira aparece num dos vídeos que ele gravou dentro do Senado.

As imagens gravadas pelo ex-funcionário da Sabesp, que mora em Diadema e está preso em Brasília, foram a principal prova usada contra ele por Moraes, que votou por condená-lo a 17 anos de prisão, sendo 15 e meio em regime fechado.

Como Aécio tem 51 anos, ele só sairia da cadeia aos 66.

Eu ri. uD83DuDE02 pic.twitter.com/E0DAUqiDYX

A primeira gravação exibida no julgamento foi o recado dele aos amigos:

Amigos da Sabesp, quem não acreditou, tamo aqui, quem acreditou também, tamo aqui, p@rra! Olha eu, tô na mesa do presidente [do Senado]. Jadilsão, Vilsão, Roni, porra! Marcelão, tamo aqui, c@ralho! Vai dar certo. Não desanimem. Saiam às ruas e parem as avenidas.

Antes de entrar no Congresso, Aécio também gravou vídeo na rampa do Palácio do Planalto, prometendo que deixaria uma "lembrança" no Parlamento.

Supremo é o povo. Os cara c@ga tanto no Brasil que acho que vou c@gar lá dentro do Senado.

Supremo é o povo. Os cara c@ga tanto no Brasil que acho que vou c@gar lá dentro do Senado.

Mas, quando chegou ao púlpito do Senado, Aécio decidiu fazer um discurso que acabou se voltando contra ele.

Como se fosse eleito pelo povo, falou:

Eu como representante do povo estou aqui para dizer que não aceito este governo [Lula] fraudulento como nosso representante. Então quero mandar mensagem para o meu grupo, pessoal do Brasil, que não desistam, que acreditem no sonho de vocês, não vamos deixar o comunismo entrar. Gente, saiam nas ruas, dê corroboro pra gente, saiam nos quartéis, saiam agora, fiquem nas ruas e peçam SOS Forças Armadas.

Eu como representante do povo estou aqui para dizer que não aceito este governo [Lula] fraudulento como nosso representante. Então quero mandar mensagem para o meu grupo, pessoal do Brasil, que não desistam, que acreditem no sonho de vocês, não vamos deixar o comunismo entrar. Gente, saiam nas ruas, dê corroboro pra gente, saiam nos quartéis, saiam agora, fiquem nas ruas e peçam SOS Forças Armadas.

Além de perder o emprego na Sabesp, se Aécio for condenado terá de indenizar, junto com os demais réus, os danos causados à coletividade.

Alexandre de Moraes votou para que o valor seja de no mínimo 30 milhões de reais.

Temas

Ato 18 - O Golpe contra Lula STF 8 de janeiro golpistas

QOSHE - Vídeos de golpista e fala de Moraes tornam Marcelão famoso nas redes - Luiz Carlos Azenha
menu_open
Columnists Actual . Favourites . Archive
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Vídeos de golpista e fala de Moraes tornam Marcelão famoso nas redes

3 7
14.09.2023

Ao ler na íntegra, sem censura, a transcrição de um vídeo gravado pelo primeiro réu em julgamento pela tentativa de golpe no dia 8 de janeiro, o ministro Alexandre de Moraes tornou involuntariamente famoso o "Marcelão" da Sabesp.

Um trecho da fala do ministro, em seu voto no STF, logo passou a circular no twitter.

Marcelão, tamo aqui, c@aralho!

A frase de Aécio Lúcio Costa Pereira aparece num dos vídeos que ele gravou dentro do Senado.

As imagens gravadas pelo ex-funcionário da Sabesp, que mora em Diadema e está preso em Brasília, foram a principal prova usada contra ele por Moraes, que votou por condená-lo a 17 anos de prisão, sendo 15 e meio em regime fechado.

Como Aécio........

© Revista Fórum


Get it on Google Play