A chuva que começou a cair sobre Gaza nas últimas horas causou alegria nas ruas, em meio aos bombardeios de Israel: é uma fonte que dispensa enfrentar as longas filas existentes para obter água.

A água da chuva não é necessariamente pura, especialmente num lugar onde as bombas provocam uma poeira fina em suspensão e há o risco de contaminação pelos próprios explosivos no ar.

No entanto, com o deslocamento de centenas de milhares de pessoas de suas próprias casas, conseguir água para consumo, cozinhar ou banho em Gaza tornou-se cada vez mais complicado.

Água salobra ou contaminada, retirada de poços, está sendo consumida sem tratamento.

Israel tirou proveito da situação para fazer propaganda: publicou vídeos de seus soldados entregando garrafas de água mineral a refugiados.

As plantas de dessalinização não estão funcionando por falta de óleo diesel. O sistema de tratamento e distribuição entrou em colapso.

O comissário-geral da UNRWA, agência da ONU para refugiados de guerra, disse hoje:

Tornou-se uma questão de vida ou morte. É obrigatório, é necessário entregar agora combustível a Gaza, para disponibilizar água para 2 milhões de pessoas

Israel impede a entrada de óleo diesel no território, alegando que seria desviado para servir ao Hamas.

Philippe Lazzarini fez um apelo:

O combustível é a única maneira de as pessoas terem água potável. Caso contrário, começarão a morrer de desidratação grave, entre elas crianças pequenas, idosos e mulheres. A água é agora a última tábua de salvação. Apelo para que o cerco à assistência humanitária seja levantado agora

O combustível é a única maneira de as pessoas terem água potável. Caso contrário, começarão a morrer de desidratação grave, entre elas crianças pequenas, idosos e mulheres. A água é agora a última tábua de salvação. Apelo para que o cerco à assistência humanitária seja levantado agora

A Organização Mundial da Saúde está especialmente preocupada com as condições sanitárias dos locais superlotados que ajuda a administrar em Gaza, para as centenas de milhares de pessoas que deixaram o Norte e foram para o Sul:

Em nota, registrou:

Desde meados de outubro de 2023, foram notificados mais de 33.551 casos de diarreia. Mais da metade deles ocorre entre crianças menores de cinco anos -- um aumento significativo em comparação com média de 2.000 casos mensais ao longo de 2021 e 2022.

A pesar del dolor, el derramamiento de sangre y el sufrimiento, los niños de Gaza celebran el comienzo de la temporada de lluvias esta mañana. pic.twitter.com/daX4oZ5dUq — Palestina Hoy (@HoyPalestina) November 14, 2023

???? ????? ???? ???????? ????? ?? ???
????? ???? ?????? ?????? ??? ????? ?? ??????
??? ??????? ???????? ???????

? ???? ?????????????? ????????? ???????????? ?????? ?????? ?????????? ???????? ????? ?????????????? ???????????? °[ ???????: 9]
???? ????? ?????? ???? ??????… pic.twitter.com/SXiGa5Hlgq — ???? ??????? (@YaserAlyamani) November 14, 2023

Temas

Israel Gaza Crise Humanitária

Desde meados de outubro de 2023, foram notificados mais de 33.551 casos de diarreia. Mais da metade deles ocorre entre crianças menores de cinco anos -- um aumento significativo em comparação com média de 2.000 casos mensais ao longo de 2021 e 2022.

A pesar del dolor, el derramamiento de sangre y el sufrimiento, los niños de Gaza celebran el comienzo de la temporada de lluvias esta mañana. pic.twitter.com/daX4oZ5dUq — Palestina Hoy (@HoyPalestina) November 14, 2023

???? ????? ???? ???????? ????? ?? ???
????? ???? ?????? ?????? ??? ????? ?? ??????
??? ??????? ???????? ???????

? ???? ?????????????? ????????? ???????????? ?????? ?????? ?????????? ???????? ????? ?????????????? ???????????? °[ ???????: 9]
???? ????? ?????? ???? ??????… pic.twitter.com/SXiGa5Hlgq — ???? ??????? (@YaserAlyamani) November 14, 2023

QOSHE - Chuva ajuda Gaza a não morrer de sede - Luiz Carlos Azenha
menu_open
Columnists Actual . Favourites . Archive
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Chuva ajuda Gaza a não morrer de sede

3 31
14.11.2023

A chuva que começou a cair sobre Gaza nas últimas horas causou alegria nas ruas, em meio aos bombardeios de Israel: é uma fonte que dispensa enfrentar as longas filas existentes para obter água.

A água da chuva não é necessariamente pura, especialmente num lugar onde as bombas provocam uma poeira fina em suspensão e há o risco de contaminação pelos próprios explosivos no ar.

No entanto, com o deslocamento de centenas de milhares de pessoas de suas próprias casas, conseguir água para consumo, cozinhar ou banho em Gaza tornou-se cada vez mais complicado.

Água salobra ou contaminada, retirada de poços, está sendo consumida sem tratamento.

Israel tirou proveito da situação para fazer propaganda: publicou vídeos de seus soldados entregando garrafas de água mineral a refugiados.

As plantas de dessalinização não estão funcionando por falta de óleo diesel. O sistema de tratamento e distribuição entrou em colapso.

O comissário-geral da UNRWA, agência da ONU para refugiados de........

© Revista Fórum


Get it on Google Play