We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

​Nos extremos, partidos de protesto

6 1 2
25.10.2021

Não sabemos se o Orçamento do Estado para 2022 será aprovado no parlamento. Nem, se for aprovado, conhecemos o custo das cedências do governo à extrema-esquerda. A possiblidade de eleições é real.

No entanto, essas incertezas não impedem retirar da situação atual algumas ideias. A primeira é que a “geringonça” acabou. PCP e BE têm sido castigados nas urnas pelo seu apoio ao governo PS. Por isso, comunistas e bloquistas querem regressar à sua tradicional categoria de partidos de protesto........

© Renascença


Get it on Google Play