We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Despesas ocultas, sem sentido e perdulárias. Assim vai o Orçamento do Estado

3 4 359
26.10.2020

O Orçamento do Estado tem sido, ao longo de anos, o mecanismo através do qual o Estado garante, de forma encapotada, regalias e tenças milionárias aos maiores grupos económicos. O Orçamento de 2021 (OE2021), presentemente em discussão parlamentar, não será infelizmente excepção.

Os exemplos de maus gastos públicos e de favorecimento de grupos económicos são inúmeros. Em 2021, o Estado continuará a gastar fortunas com as ruinosas parcerias público-privadas (PPP) rodoviárias, enriquecendo os concessionários privados de forma obscena. No próximo ano, serão mil e seiscentos milhões em rendas garantidas, quantia ainda superior à de 2020. Estas verbas são incompreensíveis, já que o valor actualizado do património alocado ao negócio é de cerca de cinco mil milhões (segundo o Eurostat), o que deveria representar rendas de cerca de 300 milhões. O pagamento das PPP rodoviárias irá, por mais um ano, reflectir um custo mais de cinco vezes superior ao valor dos activos. Esta situação, um verdadeiro cancro orçamental, irá prolongar-se pela próxima década e representa um desequilíbrio permanente nas........

© PÚBLICO


Get it on Google Play