We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Irracionalidade lisboeta

2 6 14
17.02.2020

Seixal! Estávamos numa reunião da empresa a avaliar como poderíamos resolver o problema de falta de espaço que nos começa a afetar com alguma insistência e a sugestão que veio para cima da mesa foi “Seixal”. A primeira reação foi, naturalmente, negativa. Mas factos colocados em cima da mesa mostram que uma percentagem considerável de pessoas que trabalham na empresa vivem na margem Sul, sendo que nenhuma delas aprecia o desporto matinal de passar a ponte. De facto, nos dias que correm, a presença física das pessoas tem cada vez menos valor e o preço do metro quadrado do escritório é uma fração ridícula daquele que nos é cobrado no centro de Lisboa. Não há como não concordar, a solução para a extensão do escritório não é Lisboa, é Seixal e Seixal será. Se for preciso as pessoas estarem presentes fisicamente, ou vêm a Lisboa ou então vai Lisboa ao Seixal, e isto se ainda “existir” Lisboa amanhã.

O anúncio do plano da Câmara Municipal de Lisboa de fechar o trânsito na chamada Baixa de Lisboa (que espero se aplique a quem trabalhe na Praça do Município, incluindo o seu presidente) é uma medida que é, do ponto de vista económico, perfeitamente compreensível. Com a democratização das viagens aéreas que as companhias low cost trouxeram, o turismo lisboeta (e não só) tem sido fundamental à sustentação económica do país. Fechar o trânsito naquele que é talvez o maior ponto de atração da cidade (juntamente com........

© Observador