We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

A onda verde na UE e os nacionalismos

2 5 0
16.06.2019

E o grande vencedor das recentes europeias foram: rufem os tambores, a abstenção! Ok, calma, o tema é batido, por isso o segundo grande vencedor destas eleições foram: voltem a rufar os tambores, os VERDES.

Quem de fato teve um up nestas eleições foram os partidos dos verdes, a agenda verde invadiu a Europa. Alemanha, Finlândia, França, Dinamarca e até em Portugal ergueram a carta da ecologia colocando partidos ecologistas no top três dos mais votados.

O grupo dos verdes vai tornar-se num king maker, pois, apesar de continuar a ser minoritário, ao escolher um dos lados da barricada vai acabar por decidir quem vence.

Isto assume particular relevância nos dias de hoje. Estamos sempre com receio da próxima guerra mundial, que se teme nuclear. Contudo, temos perante nós um desafio muito maior do que evitar uma guerra nuclear. Estamos perante um colapso ecológico.

Estamos a destabilizar a biosfera global. Extraímos cada vez mais recursos e simultaneamente enchemos o planeta de lixo. Alteramos a composição dos solos, da água e da atmosfera e nem nos damos de conta o quão estamos a prejudicar o delicado equilíbrio ecológico. Vejamos, estamos a usar fósforo como fertilizante, que é um excelente nutriente. A questão é que quando usado em excesso torna-se tóxico. Em resumo, a nossa agricultura está a envenenar os nossos rios, lagos e oceanos o que por sua vez arruína a vida marinha. Em bom rigor, quem cultiva milho no Iowa está a matar peixes no Golfo do........

© Observador