We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Uma família é o lugar onde estamos em casa /premium

1 0 0
21.07.2019

Todos falamos da família como o sítio onde estamos em casa. E talvez seja por isso que casa e família se confundam, tantas vezes. Mas nem sempre uma família é o lugar onde todas as pessoas sabem gostar de nós. E, só por isso, nem sempre é um lugar onde temos lugar. Aliás, numa família moram muitas das palavras que nunca nos disseram. E a saudade por imensas coisas (preciosas!) que nunca lá vivemos. Porque nem sempre as pessoas da família são atentas e acolhedoras ou delicadas e aconchegantes. E é por isso que, nem sempre, junto delas, nos sentimos em casa.

É claro que uma família não pode ser, unicamente, um património de memórias. Ou uma história, intensa de episódios, que se reparte e se reconta. Uma família precisa de muito mais para ser uma família. Seria, se ela corresse bem, uma peregrinação que não termina. Mas, muitas vezes, é um impasse que nunca se resolve. E é, talvez, por isso que, quando falamos dela, a família tão depressa nos comova, como se fosse a “reserva natural” da bondade como, a seguir, nos doa e nos agaste, por tudo aquilo em que nos falta.

E é aqui que não se entende a forma passiva, “preguiçosa” e silenciosa como os pais se colocam diante da família. Esperando que ela adivinhe os seus silêncios. Se antecipe a........

© Observador