We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

O Benfica e a democracia à portuguesa

1 0 12
15.10.2021

O futebol é sempre o espelho do modelo de desenvolvimento de um país. Enquanto os outros países da UE se empenham na coesão territorial e no aumento da competitividade das suas ligas, Lisboa empenha-se no esvaziamento do território nacional. Neste momento, a liga portuguesa está reduzida a quatro clubes, no verdadeiro sentido da palavra: Benfica (que representa metade da população portuguesa, o que é um caso único na Europa), Sporting (o alter ego do Benfica), Porto (que reproduz o modelo presidencialista e opaco do Real Madrid de Florentino Pérez) e Guimarães (uma verdadeira aldeia de Astérix que se recusa a render-se ao poder do triunvirato de Roma).

São, aliás, os próprios benfiquistas que reconhecem a inexistência física da maioria dos clubes contra quem jogam, quando se gabam publicamente de jogar todos os jogos em casa. Sendo certo que é impossível qualquer clube do interior ou do Alentejo conseguir conquistar adeptos, quando a........

© O Mirante


Get it on Google Play