Resolver problemas adiados seria possível se mais escolhas houvesse. Perante o que existe, outro remédio não há senão o de fazer crescer jogadores em plena competição. Até eventual acerto de Inverno, o FC Porto viverá com a prata da casa e, em abono da verdade, não faltam campeões

Passaram oito dias da pausa de 13, após o empate no Estoril. Não há jogo de seleção que diminua a imensa determinação em somar os três pontos em disputa no jogo com o Braga. Não será um jogo qualquer, o da próxima sexta-feira. Também pelas dúvidas que o FC Porto alimenta neste início de época e pela ciclotimia que o Sporting tem apresentado consoante joga dentro ou fora de portas nacionais, os bracarenses vêm ao Dragão destacados no 2.º lugar, três pontos acima e, como tal, literalmente ao alcance do FC Porto. Mas este Braga de Artur Jorge ainda não perdeu esta época, sólido, compaginando o pleno de vitórias na Liga Europa com a perda de apenas dois pontos no empate caseiro, na 1.ª jornada, com o Sporting. Grande momento este para uma prova de algodão.

A escolha entre continuar a vociferar contra uma equipa sem Vitinha e Fábio Vieira ou subir os degraus que importam, é clara. Ninguém pode estar à espera que esta equipa seja ou jogue igual à da época passada, em que Sérgio Conceição atingiu o ponto de rebuçado artístico do seu futebol

QOSHE - Vociferar contra uma equipa sem Vitinha e Fábio Vieira ou subir degraus - Miguel Guedes
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Vociferar contra uma equipa sem Vitinha e Fábio Vieira ou subir degraus

6 0 4
25.09.2022

Resolver problemas adiados seria possível se mais escolhas houvesse. Perante o que existe, outro remédio não há senão o de fazer crescer jogadores em plena competição. Até eventual acerto de Inverno, o FC Porto viverá com a prata da casa e, em abono da verdade, não faltam campeões

Passaram oito dias da pausa de 13, após o........

© O Jogo


Get it on Google Play