We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Sugestões para a Ordem dos Economistas

4 2 11
24.09.2021

Nas últimas décadas, Portugal tem tido graves problemas económicos, de que destaco dois: uma dívida externa galopante, que subiu de um valor insignificante em 1995 (8% do PIB), para uns estratosféricos 110% do PIB em 2011, a principal razão porque deixámos de ter acesso a financiamento externo e fomos obrigados a pedir ajuda à troika; uma estagnação económica desde 2000, que nos tem colocado numa trajectória de divergência da União Europeia, sendo ultrapassados (ou em vias de o ser) por muitos dos países do Leste Europeu.

Chegámos aqui com um silêncio ensurdecedor da sociedade civil. Quando os governos cometiam erros graves, só se ouviam raras vozes isoladas a chamar a atenção, mas nenhuma tomada de posição institucional. Quando aqueles eram substituídos por executivos........

© Jornal Económico


Get it on Google Play