We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

“Ó Pátria Mãe”

4 4 27
27.10.2021

Numa conjuntura política nacional plena de incidentes e controvérsias e quando estão a ser debatidos temas de importância capital para o nosso futuro coletivo imediato, a última coisa que me ocorreria é que alguém quisesse arrastar as Forças Armadas para mais uma polémica estéril e inútil.

No entanto, os últimos tempos têm sido pródigos em demonstrações de falta de sensatez, de comunicação institucional e até de recato com que determinados assuntos devem ser tratados.

Desta vez foi a polémica em torno da autorização para os paraquedistas entoarem o seu cântico motivacional, “Ó Pátria Mãe”, durante o desfile das unidades militares, no âmbito das comemorações do dia do Exército, em Aveiro.

O assunto parecendo pueril à primeira vista tem, contudo, contornos que são de evidenciar.

A polémica poderia e deveria ter sido evitada pela estrutura de comando, na medida em que deveria conhecer e antecipar sensibilidades e até aproveitamentos endógenos e exógenos.

Não o tendo feito, permitiu que um dia de festa, que deveria ser de homenagem ao nosso Exército e a todos aqueles que combateram, e aos muitos que deram a sua vida, pela defesa da Pátria, fosse manchado por uma questão que não só não faz sentido, como poderia ter sido facilmente evitada.

Esta situação terá sido particularmente injusta para o ministro da Defesa, que teve de suportar manifestações........

© Jornal Económico


Get it on Google Play