We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

O BCE e a inflação

3 1 1
26.11.2021

Por vezes não ficamos satisfeitos por ter razão. E é isso o que me sucede agora, quando a realidade vem confirmar as cautelas que expressei neste mesmo jornal no passado dia 1 de outubro.

Nesse artigo, escrevi que a postura adotada por Christine Lagarde e o Banco Central Europeu (BCE), ao considerarem os sinais de aumento da inflação como “choques de oferta transitórios que não têm influência no médio prazo”, era algo prematura, tal como a convicção então expressa de que estaríamos a atravessar “uma fase inflacionista temporária relacionada com a reabertura da economia” que o BCE esperava terminasse juntamente com os efeitos da pandemia.

O que sucede é que os efeitos da pandemia não dão sinais de desaparecer, os preços aumentam e parece cada vez menos avisado o apelo feito há menos de dois meses por Lagarde para que os consumidores da zona euro adotem um comportamento de menor........

© Jornal Económico


Get it on Google Play