O homem ergue-se com a manifestação dos seus sucessos, o desaire rabisca o semblante e o caráter distingue-o dos seus homólogos. O que fazemos fica gravado no cartão de memória da vida, por isso, a substância está no encher do "cálice", não na goleada.

O treinador é um homem, com alma e coração, carrega consigo ânimo e desânimo, fatalidade e fortuna. A família vive o "fado" da sua tristeza e a sina da sua história, a força que o sustenta cerca-se no agasalho dos seus íntimos.

A jornada é intensa, enredos e intrigas relatam a narrativa, conquistas e glórias restauram os danos colaterais do homem. No final, sobrevive apenas a memória dos vencidos e a gratidão aos lendários campeões.

Entre todos os homens haverá algum que nunca fracassou? Por ventura existirá outro que só tenha triunfado? O futebol é, de facto, um fenómeno injusto e incompreensível, no meio da magia que o caracteriza, o muro da "estupidez" permanece inquebrável.

Quem nunca falhou que atire a primeira pedra. No futebol todos falham e todos atiram pedras, o mesmo já não se vê na política, o país é delapidado e nenhum "penedo" cai dos céus. Pelos vistos a memória é curta e o agradecimento efémero.

Treinador

QOSHE - Somos apenas traços de memória e gratidão - Vasco Oliveira
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Somos apenas traços de memória e gratidão

3 0 3
18.09.2022

O homem ergue-se com a manifestação dos seus sucessos, o desaire rabisca o semblante e o caráter distingue-o dos seus homólogos. O que fazemos fica gravado no cartão de memória da vida, por isso, a substância está no encher do "cálice", não na goleada.

O treinador é um homem, com alma e........

© Jornal de Notícias


Get it on Google Play