E se em vez de um jornalista nas "flashes" começássemos a ver uns cones, talvez automáticos, a fazer aquela pergunta fantástica que obriga a anos de estudo nas faculdades: "Mister, uma análise ao jogo?". E, pronto, resolvia-se o problema e cumpria-se o tal regulamento feito de lata, que até há uns dias toda a gente desconhecia.

Correção, havia pelo menos um delegado que conhecia e ativou a regra, criando um reboliço que era tudo o que esta indústria e o futebol profissional precisava, mas a verdade é que somos peritos em fugir ao essencial e criar temas que suportam crónicas como esta. Obrigado por isso. Na essência, é tudo redutor, mesquinho, ridículo, assente num regulamento que condiciona um jornalista a fazer perguntas nas tais "flashes" rápidas, que, na verdade, já nada acrescentam. Os jogadores estão condicionados pelos diretores de comunicação, os treinadores, salvo raras exceções, pouco dizem com sumo nesses 90 segundos, e ficamos agora a saber que os jornalistas também estão limitados no conteúdo das questões. É tudo triste. A jornalista Rita Latas, da Sport TV, com quem nunca falei, ganhou uma "medalha" e levantou um cenário que obriga a uma urgente revisão de um regulamento caduco. Caso contrário, metam lá os cones e deixem os jornalistas em paz.

O mercado fechou, graças a Deus, pelo menos até janeiro, e tudo espremido foi coisa pouca. Afinal, não houve Horta na Luz, como não houve Cavani há uns anos, Conceição não teve o craque para o miolo que os dragões precisam e Amorim não recebeu ou não quis um avançado para fazer concorrência a Paulinho. Em ano atípico de Mundial, a partir de novembro, talvez só em janeiro é que os clubes esgotem as fichas na luta pelos objetivos. Até lá, é ver o que a coisa dá, fazendo figas para que os aumentos do gás não estraguem a vida às pessoas. É que é preciso comprar bilhetes para os Coldplay e o Harry Styles (quem?). Haja saúde.

*Editor-adjunto

QOSHE - Uns cones para regulamentos feitos de lata - Arnaldo Martins
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Uns cones para regulamentos feitos de lata

3 0 0
03.09.2022

E se em vez de um jornalista nas "flashes" começássemos a ver uns cones, talvez automáticos, a fazer aquela pergunta fantástica que obriga a anos de estudo nas faculdades: "Mister, uma análise ao jogo?". E, pronto, resolvia-se o problema e cumpria-se o tal regulamento feito de lata, que até há uns dias toda a gente desconhecia.

Correção, havia pelo menos um delegado que conhecia e ativou a regra, criando um reboliço que era tudo o que esta indústria e o futebol profissional........

© Jornal de Notícias


Get it on Google Play