A falta de vergonha ou de ética republicana, para usar o jargão do regime, é cada vez mais evidente nos governantes do PS, que, ao contrário da antiga geração, não se demitem quando são apanhados na curva obscura ou quando algo muito grave rebenta em pastas da sua competência. Ao pé desta geração, Jorge Coelho até parece um Immanuel Kant. E não é só a falta de vergonha do PS que incomoda, também irrita a conivência de Marcelo e até do PSD sobre estes casos de óbvio conflito de interesses entre ministros e a sua vida empresarial privada.

Já é assinante? Faça login Assine e continue a ler

Comprou o Expresso?

Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

QOSHE - Porque é que o Chega cresce? Olhem para Pedro Nuno Santos e Ana Abrunhosa - Henrique Raposo
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Porque é que o Chega cresce? Olhem para Pedro Nuno Santos e Ana Abrunhosa

7 1 31
11.10.2022

A falta de vergonha ou de ética republicana, para usar o jargão do regime, é cada vez mais evidente nos governantes do PS, que, ao contrário da antiga geração, não se demitem........

© Expresso

Get it on Google Play