O Partido Socialista aceitou, depois do PSD, um pelouro na Câmara Municipal de Oeiras. A situação não recua, porque a linha “isalitinista” do PS local vendeu, este mês, a concelhia. O tacho fala sempre mais alto. Com esta cedência, depois do PSD ter feito o mesmo, a oposição a Isaltino Morais ficou, em 11 vereadores, resumida a Carla Castelo, uma independente eleita por uma original coligação entre Bloco de Esquerda, Livre e Volt. Se isto é assim numa câmara liderada por alguém que foi condenado e cumpriu pena, imaginem a falta de pruridos no resto do país. De notar que a lista de Isaltino tem 8 dos 11 vereadores e 23 dos 38 lugares na Assembleia Municipal. Não precisa de qualquer acordo para governar.

Já é assinante? Faça login Assine e continue a ler

Comprou o Expresso?

Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

QOSHE - Oposição nas autarquias, precisa-se - Daniel Oliveira
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Oposição nas autarquias, precisa-se

6 20 14
19.10.2022

O Partido Socialista aceitou, depois do PSD, um pelouro na Câmara Municipal de Oeiras. A situação não recua, porque a linha “isalitinista” do PS local vendeu, este mês, a concelhia. O tacho fala sempre mais alto.........

© Expresso

Get it on Google Play