Faz 100 anos na próxima terça-feira (6 de setembro). Transmontano de Grijó, filho de gente pobre e humilde, subiu na vida sob os mais elementares princípios da ética e da dignidade, tornando-se uma das maiores referências nacionais na capacidade de intervenção cívica.

Como professor, apresenta um legado de pensamento, que continua a influenciar sucessivas gerações de estudantes e académicos.

Como político, ousou fazer a ponte entre a velha ordem do Estado Novo e a Democracia. Foi Ministro do Ultramar, mas quando o ditador o contrariou nas políticas que propunha para o futuro dos territórios de África, enfrentou-o, com a verticalidade de um transmontano, dizendo: “Vossa Excelência acaba de mudar de ministro”.

Entrevistei-o, como jornalista, quando era presidente do CDS. Cada frase sua era uma lição de vida e de civilidade.

Foi com muita honra que recebi a notícia de que, nas cerimónias do seu centenário, no Parque das Nações, irei ser uma das personalidades contempladas com o PRÉMIO HONORÍFICO PROF. DOUTOR ADRIANO MOREIRA. Humildemente, deixo o meu profundo agradecimento a quem se lembrou de indicar o meu nome.

QOSHE - Prof. Adriano Moreira, 100 anos de singular patriotismo - Alexandre Parafita
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Prof. Adriano Moreira, 100 anos de singular patriotismo

5 0 0
06.09.2022

Faz 100 anos na próxima terça-feira (6 de setembro). Transmontano de Grijó, filho de gente pobre e humilde, subiu na vida sob os mais elementares princípios da ética e da dignidade, tornando-se uma das maiores referências nacionais na capacidade de intervenção cívica.

Como........

© Diário de Trás-os-Montes


Get it on Google Play