We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Boas palavras: trabalho digno

4 1 9
22.10.2021

No momento em que escrevo, decorrem negociações entre o governo e os partidos à sua esquerda, bem como com o PAN, tendo em vista a aprovação do Orçamento do Estado para 2022. O governo, entretanto, ofereceu uma "agenda para o trabalho digno", que a concertação social, patrões e sindicatos, à partida recusaram. Está-se, portanto, em pleno estertor da pandemia de covid - assim o esperamos - de volta a uma normalidade portuguesa: quase tudo se recusa em função de um imobilismo conveniente para muitos daqueles que têm voz e representação.

Note-se desde logo que a "agenda para o trabalho digno" é, e imediatamente na sua designação, um projeto das Nações Unidas, através da Organização Internacional do Trabalho (OIT), organização insuspeita de ser um lóbi internacional do "grande capital". Curiosamente, entre os seus conteúdos, está a necessidade de "apoiar as pequenas empresas nos próximos anos, à medida que os mercados de trabalho se transformam e que a atividade empresarial........

© Diário de Notícias


Get it on Google Play