We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

“Os fundos e as eleições”

6 0 0
09.09.2021

António Costa tem cerca de 23 milhões de euros por dia de fundos europeus até 2027. Nunca um Governo teve tanto dinheiro à sua disposição. Este enorme envelope financeiro deveria ser investido para conseguirmos um Portugal competitivo, empreendedor, moderno e coeso do ponto de vista social e territorial. Para além dos enormes recursos financeiros, o nosso país tem um povo trabalhador, bons empresários, excelentes escolas e universidades, instituições notáveis na área social. A nossa gastronomia, o nosso património, o mar, os rios, a nossa natureza são bênçãos. Temos tudo para triunfar e alcançar um futuro de qualidade e sucesso para cada Português.
A avalanche de fundos europeus está a servir para disfarçar o nosso fraco crescimento económico e a má governação socialista, mas não está a preparar Portugal para vencer no mundo global. A prova é que estamos a ficar na cauda da Europa em termos de crescimento económico. Depois da queda de 7,6% em 2020, a Comissão Europeia estima que Portugal cresça apenas 3,9% em 2021: menos do que a média europeia (4,8%) e francamente abaixo de países como a Irlanda (7,2%) ou a Roménia (7,4%).
Infelizmente, não temos um Governo à altura dos Portugueses e dos desafios que enfrentamos. O PS não prepara o futuro, não tem........

© Correio do Minho


Get it on Google Play