We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

“É possível a comunicação...”

1 0 0
04.09.2021

Vinte anos depois, os talibãs estão de volta. Tomaram de assalto o Afeganistão, aparentemente sem oposição, para aí reinstaurarem um Emirato Islâmico, que vigorou de facto nesse país entre 1996 e 2001, mas que nunca foi internacionalmente reconhecido. Na prática isso significa que irão impor no país, de novo, um estado teocrático e totalitário que lançará o obscurantismo e o terror sobre 40 milhões de afegãos e os escravizará.
Podemos esperar ter um diálogo inteligente com os talibãs, que envolva uma qualquer probabilidade de dissuadi-los de reincidir num crime contra uma população indefesa e atemorizada? Dito de outro modo: é concebível a comunicação intercultural com os talibãs?
Julgo que não! Por definição, a comunicação intercultural envolve uma troca de ideias entre pessoas de e com diferentes culturas, entendendo-se por estas sistemas de crenças, valores, atitudes e comportamentos edificantes. Ora, os talibãs não estão arreigados a........

© Correio do Minho


Get it on Google Play