We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Ídolo de Ernesto Araújo, Trump protege oficial acusado de tortura

4 17 0
30.11.2019

A chantagem contra o governo da Ucrânia pode custar o mandato de Donald Trump mas não se trata da única contribuição do presidente norte-americano para a degradação dos costumes políticos de nosso tempo. Outro caso, mais recente, envolve uma velha ferida das intervenções do império pelo mundo afora e diz respeito à tortura de prisioneiros de guerra.

Dias atrás se assistiu às ultimas cenas de uma operação na qual Donald Trump utilizou sua influência presidencial para proteger Edward Gallagher, um antigo chefe de Operações Especiais da Marinha, titular de uma reluzente coleção de medalhas sobre o uniforme branco e uma lamentável folha corrida de denuncias de atos criminosos na guerra do Iraque, aquele conflito iniciado com a mentira de que Saddam Hussein possuía armas de destruição em massa.

Conforme uma súmula das acusações divulgadas pelas agencias AFP/Reuters, Gallagher " matou um adolescente, membro do Estado Islâmico, que estava ferido, recebendo cuidados médicos. Testemunhas dissseram que ouviram pelo rádio Galagher dizer: 'Ele é meu'. Em seguida, ele invadiu o centro de atendimento e esfaqueou o rapaz várias vezes. Uma testemunha diz que viu o oficial enterrando uma faca no pescoço da vítima." "GAllagher também foi acusado de matar indiscriminadamente civis quando atuava como franco atirador, inclusive mulheres". (Estado de S. Paulo, 26/11/2019).

O oficial conseguiu ser absolvido em seis das sete acusações. Sua única condenação era inevitável: apareceu uma........

© Brasil 247