✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

A partir do dia 7 de março, os que se interessam por aprofundar o olhar sobre os acontecimentos da nossa história recente, terão uma excelente oportunidade de fazê-lo, em companhia de duas personalidades iluminadas do ponto de vista da mirada sobre a multipolaridade que se apresenta no cenário geopolítico. Chega às salas de cinema “Utopia Tropical”, um documentário no formato de uma conversa entre o linguista e ativista político norte-americano Noam Chomsky e o assessor-chefe da Assessoria Especial do Presidente da República e ex-ministro das Relações, Celso Amorim.

Por ser de iniciativa do seu filho, Amorim prefere minimizar a importância desse diálogo, definindo-o da seguinte maneira: “O filme foi uma inciativa do meu filho, João Amorim, e obviamente só pode ser entendido como algo de um filho, porque me colocar no mesmo plano de Noam Chomsky é totalmente descabido, embora muito lisonjeiro.”

Pode-se prever, porém, que a conversa entre Amorim e Chomsky, analisando as esquerdas e muito mais, mereça a atenção do distinto público. Podemos apostar que ela irá muito além da visão de um filho. São dois nomes do cenário internacional, atentos aos acontecimentos ao redor e, sem dúvida, personagens de momentos fundamentais para que se entendam as mudanças vividas recentemente e que nos aponta o surgimento de um novo agrupamento de economias e, portanto, um rearranjo de poder.

“Eu diria que do meu ponto de vista, isso é uma análise também minha do período da ditadura, e depois dos anos sombrios do governo Bolsonaro, mas essencialmente tem, digamos assim, eu poderia chamar pretensiosamente, como a minha filosofia”.

Amorim prossegue, discorrendo sobre ela: “na busca da utopia você não pode ter a pretensão de conseguir a utopia de uma vez. Isso não funciona. Não é assim. Então você tem que procurar a brecha, ou a fresta, como quiser, para ver se ali encontra algo em que você pode progressivamente ir ampliando e conseguindo com isso uma melhor situação”, resume. “Obviamente a reflexão sobre as relações internacionais tomaria muito tempo e não é o caso de fazê-la aqui, mas apenas de dizer que mesmo nas situações mais obscuras, há uma esperança e é preciso apostar nela.”

Quanto às falas, no filme, de Noam Chomsky, diz: “eu acho que Chomsky fez uma análise muito adequada das forças internacionais responsáveis pelo atraso do Brasil. É essencialmente isto”, define. “Do meu ponto de vista, isto é uma análise também”, arremata, Amorim.

Ficha Técnica do documentário

“Utopia Tropical”: Direção: João Amorim; Roteiro: João Paulo Reys e João Amorim; Argumento: João Amorim e Rafaela Camelo; Elenco: Noam Chomsky e Celso Amorim; Direção de Animação: César Coelho; Produção Executiva: Sara Rocha; Direção de Produção: Lucas Arake; Direção de Fotografia: Matheus Bastos e Elder Miranda Jr.; Montagem: Tainá Menezes, Edt.; Trilha Original: Filipe Rasta; Distribuição: O2 Play; Duração: 77 minutos

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

QOSHE - Análise sobre política no Brasil coloca Celso Amorim e Noam Chomsky nas salas de cinema - Denise Assis
menu_open
Columnists Actual . Favourites . Archive
We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Análise sobre política no Brasil coloca Celso Amorim e Noam Chomsky nas salas de cinema

16 1
19.02.2024

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

A partir do dia 7 de março, os que se interessam por aprofundar o olhar sobre os acontecimentos da nossa história recente, terão uma excelente oportunidade de fazê-lo, em companhia de duas personalidades iluminadas do ponto de vista da mirada sobre a multipolaridade que se apresenta no cenário geopolítico. Chega às salas de cinema “Utopia Tropical”, um documentário no formato de uma conversa entre o linguista e ativista político norte-americano Noam Chomsky e o assessor-chefe da Assessoria Especial do Presidente da República e ex-ministro das Relações, Celso Amorim.

Por ser de iniciativa do seu filho, Amorim prefere minimizar a importância desse diálogo, definindo-o da seguinte maneira: “O filme foi uma inciativa do meu filho, João........

© Brasil 247


Get it on Google Play