We use cookies to provide some features and experiences in QOSHE

More information  .  Close
Aa Aa Aa
- A +

Afinal não há dinheiro /premium

0 16 878
12.07.2018

Quando se tentou aqui alertar para o perigoso caminho que se estava a seguir no início da governação de António Costa, foram muitos os que optaram por não querer ver, que escolheram acreditar em milagres, que quiseram crer que a designada política de austeridade era produto das pessoas maldosas que nos tinham governado. Daí à catalogação foi um pequeno passo e daí ao insulto foi um passo ainda mais pequeno. Infelizmente a realidade é mais forte e as previsões de que a estratégia era financeiramente insustentável a prazo começam a confirmar-se.

A dramática situação do Serviço Nacional de Saúde é a face mais visível dos custos associados às escolhas que se fizeram na utilização do dinheiro do Orçamento do Estado. Sim, podemos considerar que o que é notícia são as anomalias – a notícia é o homem que mordeu o cão – ou até que há notícias que só chegam à comunicação social porque alguém tem interesse nisso: a “direita”, os defensores das seguradoras – como se alguma vez fosse possível termos dinheiro para fazer seguros com a cobertura do SNS – ou os que querem destruir o SNS........

© Observador